Mineradoras e bancos impulsionam principal índice europeu para máxima de 1 mês

quarta-feira, 13 de abril de 2016 14:40 BRT
 

Por Danilo Masoni e Sudip Kar-Gupta

MILÃO/LONDRES (Reuters) - O principal índice de ações europeias fechou no maior nível em um mês nesta quarta-feira, uma vez que a alta nas exportações chinesas impulsionou os mercados acionários globais, com as ações do setor de mineração e de bancos entre os melhores desempenhos.

O índice FTSEurofirst 300 fechou com alta de 2,56 por cento, aos 1.349 pontos, nível mais alto de fechamento desde 14 de março.

O índice, no entanto, permanece em baixa de cerca de 6 por cento no acumulado do ano, devido em parte às preocupações com a desaceleração da economia global, em processo liderado pela China.

Dados divulgados nesta quarta-feira, entretanto, mostraram que as exportações da China em março retomaram o crescimento pela primeira vez em nove meses, ampliando os sinais de estabilização da segunda maior economia do mundo.

O mais recente dado chinês também ajudou a alta das ações de mineração, devido ao papel da China como maior consumidor de metais do mundo. As ações da Anglo American subiram 11 por cento, enquanto as da BHP Billiton avançaram mais de 9 por cento.

O índice de bancos da Itália ganhou 8,6 por cento, depois que o ministro da Economia italiano, Pier Carlo Padoan, afirmou não haver risco de autoridades europeias bloquearem o fundo montado para ajudar o setor.

O ganho dos bancos italianos ajudou o índice europeu do setor a subir 6,3 por cento, seu maior ganho diário em mais de quatro anos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,93 por cento, a 6.362 pontos.   Continuação...