China pode cultivar milho resistente a pragas nos próximos 5 anos

quarta-feira, 13 de abril de 2016 16:35 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China, segundo maior consumidor de milho do mundo, pode permitir o cultivo comercial de milho geneticamente modificado para resistir a pragas dentro dos próximos cinco anos, disse uma autoridade do Ministério da Agricultura nesta quarta-feira.

"Nós vamos levar adiante o processo comercial de novas cepas de algodão e milho resistentes a pragas dentre outras safras essenciais", disse o diretor de departamento do ministério Liao Xiyuan, em uma coletiva de imprensa durante o 13º Plano de Cinco Anos (2016-2020).

Liao não deu mais detalhes.

Pequim atrasou o cultivo comercial de seus próprios milho e arroz geneticamente modificados mesmo após ter concedido aprovação de segurança em 2009, devido a preocupações públicas com a segurança da tecnologia.

A China, maior comprador global de soja geneticamente modificada, não permitiu o cultivo global de safras transgênicas, exceto algodão e mamão papaya.

O ministério intensificará sua repressão aos plantios ilegais de safras geneticamente modificadas, particularmente durante a atual temporada de plantio, disse Liao.

(Por Niu Shuping)