BC britânico mantém juros e alerta que deixar UE deve levar a crescimento mais lento

quinta-feira, 14 de abril de 2016 08:15 BRT
 

Por Ana Cristina Hernandez e David Milliken

LONDRES (Reuters) - O Banco da Inglaterra alertou que a saída da Grã-Bretanha da União Europeia criará prolongada incerteza e provavelmente prejudicará a economia no curto prazo, mostrou a ata da última reunião de política monetária do banco nesta quinta-feira.

Os nove membros do Comitê de Política Monetária foram unânimes no entendimento de que a taxa de juros deve permanecer na mínima recorde de 0,5 por cento, e mantiveram uma série de visões sobre a perspectiva.