BlackRock tem queda de 20% no lucro do 1o trimestre

quinta-feira, 14 de abril de 2016 09:49 BRT
 

(Reuters) - A BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, teve queda de 20 por cento no lucro do primeiro trimestre, divulgou a companhia nesta quinta-feira, em meio a uma reversão dramática das condições dos mercados financeiros.

O lucro líquido da empresa baseada em Nova York caiu para 657 milhões de dólares, ou 3,92 dólares por ação, no trimestre, ante 822 milhões, ou 4,84 dólares por ação, um ano antes.

A BlackRock teve uma entrada líquida total de recursos de longo prazo de 36,08 bilhões de dólares no trimestre, queda ante os 70,44 bilhões de dólares no mesmo trimestre de 2015.

Em uma base ajustada, a BlackRock lucrou 4,25 dólares por ação, abaixo da estimativa média de analistas de 4,29 dólares, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

O presidente-executivo, Larry Fink, atribuiu parcialmente a queda às menores comissões coletadas com produtos de investimentos, como fundos de hedge.

"O mercado antecipava maiores comissões", disse Fink à CNBC. "Foi isso que ficou abaixo das expectativas."

No último trimestre de 2015, a companhia recebeu 54 bilhões de dólares em seus fundos apesar da fraqueza e turbulência dos mercados, o que elevou o lucro. Mas a empresa também acabou divulgado um resultado abaixo do esperado por Wall Street naquele momento.

A BlackRock encerrou o trimestre passado com 4,74 trilhões de dólares em ativos sob gestão, alta ante os 4,65 trilhões no final de 2015.

(Por Sudarshan Varadhan em Bangalore, Índia, e Trevor Hunnicutt, em Nova York)