Operações de varejo do Citi no Brasil devem ser vendidas até o fim de 2016

sexta-feira, 15 de abril de 2016 18:40 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A abertura do data room com informações detalhadas das operações de varejo do Citi no Brasil a compradores potenciais ainda não aconteceu, mas deve ser efetivada nos próximos meses, a tempo da venda dos ativos acontecer ainda em 2016, disse nesta sexta-feira o presidente-executivo do banco no país, Hélio Magalhães.

"Ainda não, mas deve acontecer até o final do ano" , disse Magalhães a jornalistas.

Segundo o executivo, a expectativa é que a venda das operações de varejo do grupo no Brasil, cujo plano foi anunciado pela matriz norte-americana mais cedo este ano, deve suscitar menos questionamentos de órgãos reguladores do que a ocorrida no caso da venda do HSBC no país para o Bradesco.

Magalhães disse também que o ambiente de negócios no país está em compasso de espera, no aguardo de uma definição para a crise política do país.

Segundo ele, independente do desfecho do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o governo brasileiro precisa ter como principal meta corrigir o déficit fiscal. "Deve ser o objetivo número um", disse.

(Por Aluisio Alves)