Murilo Portugal é nome mais forte neste momento para Fazenda em governo Temer, diz fonte

quarta-feira, 20 de abril de 2016 15:45 BRT
 

SÃO PAULO/BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Febraban, Murilo Portugal, é o nome mais forte neste momento para assumir o Ministério da Fazenda no eventual governo comandado por Michel Temer, afirmou à Reuters uma fonte com conhecimento sobre o assunto.

Uma segunda fonte, próxima a Portugal, avalia que o ex-secretário do Ministério da Fazenda aceitaria comandar a equipe econômica de Temer se um convite for formalizado.

Essa mesma fonte disse que Portugal ainda não teria sido procurado por Temer, que assumirá a Presidência em caso de afastamento de Dilma Rousseff pelo Senado, que analisa abertura de processo de impeachment contra a presidente, que é acusada de crime de responsabilidade.

"Ele (Portugal) tem experiência muito grande em vários governos e na área internacional... E tem conhecimento muito forte no campo fiscal" afirmou a primeira fonte, que pediu anonimato.

Portugal foi secretário do Tesouro Nacional durante a implantação do Plano Real, e destacou-se por ajudar a colocar as contas públicas em ordem. Também foi secretário-executivo da Fazenda em 2005, quando a pasta estava sob a batuta de Antonio Palocci.

Portugal também trabalhou muitos anos no Fundo Monetário Internacional (FMI) e assumiu a Febraban, entidade que representa os bancos, no início de 2011.

Procurada, a Febraban não comentou o assunto imediatamente.

O vice-presidente Temer tem se movimentado para formar sua equipe econômica para o caso de assumir a presidência no lugar de Dilma.

Entre outros nomes, o do ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles continua na lista de possibilidades para assumir o comando de uma equipe econômica de Temer, via Ministério da Fazenda, no caso de troca na Presidência.   Continuação...