Explosão em complexo petroquímico da Pemex no México deixa ao menos 13 mortos

quinta-feira, 21 de abril de 2016 11:26 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Ao menos 13 pessoas morreram em uma explosão que atingiu um importante complexo petroquímico da companhia de petróleo mexicana Pemex no Estado de Veracruz, informou nesta quinta-feira o diretor da estatal, José Antonio González Anaya.

A explosão, que ocorreu na quarta-feira e foi causada por um vazamento, provocou um incêndio e uma enorme nuvem de fumaça na Petrochemical Vinil, operada pela mexicana Mexichem em parceria com a Pemex, também deixando 136 feridos, dos quais 13 são graves.

Gonzalez, que viajou para a cidade de Coatzacoalcos, onde a fábrica está localizada, disse que o número de mortos pode aumentar. Ele disse que não sabia a causa do vazamento.

"Temos 13 mortos e é possível que esse número seja atualizado... Sabemos que houve um vazamento, não sabemos o que causou o vazamento, parece ter sido um acidente", disse ele à TV Azteca.

Segundo o executivo, os danos causados ​​pelo desastre foram grandes e levará mais de um ano para reconstruir a fábrica.

A explosão é a mais recente de uma série de incidentes nos últimos anos nas instalações de petróleo no México, indústria que enfrenta uma crise agravada pelos preços baixos do petróleo baixos e um sistema fiscal mexicano que reduz os lucros do setor.

(Reportagem de Veronica Gomez Sparrowe)