Ball e Rexam venderão fábricas de latas no Brasil para conseguir aval antitruste para fusão

segunda-feira, 25 de abril de 2016 08:24 BRT
 

(Reuters) - As fabricantes de latas para bebidas Ball e Rexam venderão alguns de seus ativos para a fabricante de embalagens europeia Ardagh em um acordo avaliado em 3,42 bilhões de dólares, enquanto buscam aprovação antitruste para seu plano de fusão.

O acordo vai incluir a venda de cerca de vinte por cento das fábricas de produção de latas das companhias combinadas na Europa, Brasil e Estados Unidos, disse a Ball em comunicado nesta segunda-feira.

A Ball acertou a compra da rival britânica Rexam por 6,35 bilhões de dólares no ano passado para melhorar sua eficiência e cortar custos através de uma fusão das duas maiores fabricantes de latas para bebidas em volume do mundo, que fornecem para a Coca-Cola e para a Anheuser-Busch InBev.

Entretanto, o acordo anteriormente encontrou resistência dos reguladores antitruste europeus, já que dará à companhia combinada considerável fatia do mercado na Europa, Brasil e EUA.

As duas companhias detêm 60 por cento do fornecimento de latas para bebidas da América do Norte, 69 por cento na Europa e 74 por cento no Brasil, de acordo com analistas da Morningstar.

A venda para a Ardagh inclui 12 fábricas na Europa, oito nos EUA e duas no Brasil.

(Reportagem por Parikshit Mishra e Esha Vaish em Bengaluru)