Suzano lucra R$1,13 bi no 1º tri por câmbio, em linha com previsões

quarta-feira, 27 de abril de 2016 08:17 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano Papel e Celulose teve lucro líquido de 1,13 bilhão de reais no primeiro trimestre, ante prejuízo de 762 milhões no mesmo etapa de 2015, impactada pela variação cambial no período, resultado em linha com as previsões do mercado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado somou 1,27 bilhão de reais, avanço de 36 por cento na comparação anual, disse a empresa nesta quarta-feira.

A média das previsões de analistas em pesquisa da Reuters apontava para lucro líquido de 1,1 bilhão de reais e Ebitda ajustado de 1,23 bilhão de reais. [nL2N17S16C]

A receita líquida totalizou 2,71 bilhões de reais, aumento de 26 por cento contra os três primeiros meses do ano anterior, diante do aumento do volume de vendas e maior preço da celulose em reais, além do preço mais alto do papel no mercado interno.

Contudo, a receita ficou estável na comparação com os três últimos meses de 2015, uma vez que as vendas de papel recuaram por fatores sazonais e houve deterioração no preço de lista da celulose, apesar dos maiores volumes de vendas.

As vendas de celulose subiram 5,7 por cento na comparação anual e 22,3 por cento na trimestral, a 906 mil toneladas. Por sua vez, as vendas de papel avançaram 6,3 por cento ano a ano e caíram 16,2 por cento na base sequencial, a 274 mil toneladas.

O custo caixa de produção de celulose no primeiro trimestre foi de 654 reais a tonelada, alta de 16,6 por cento sobre os três primeiros meses de 2015, mas redução de 7,4 por cento sobre o fim do ano passado, devido ao menor custo com madeira pelo raio médio inferior no abastecimento da unidade de Mucuri (BA).

O resultado financeiro foi positivo em 724 milhões de reais, contra despesa de 1,74 bilhão de reais na mesma etapa de 2015.

A alavancagem medida pela relação da dívida líquida sobre Ebitda ajustado ficou em 2,3 vezes, ante 2,7 vezes no fim do ano passado.

(Por Priscila Jordão)