Safra de café do Brasil pode superar 53 mi sacas em 2016, diz indústria

quarta-feira, 27 de abril de 2016 12:12 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A safra brasileira de café em 2016 deverá superar 53 milhões de sacas, acima das previsões iniciais do governo federal, estimou nesta quarta-feira o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), Ricardo Silveira, citando chuvas benéficas para as plantações.

"Acredito que a safra vai superar a expectativa (em volume) e em qualidade também. As chuvas ajudaram, choveu na época certa, a gente tem notícias de lavouras sadias e peneiras altas", disse o executivo, que participou de evento em São Paulo.

Em janeiro, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou a safra do país entre 49,13 milhões e 51,94 milhões de sacas, ante 43,24 milhões em 2015, ano bastante afetado por seca nas principais regiões cafeeiras. No cenário mais otimista da Conab, haveria uma alta de 20 por cento e um novo recorde de colheita.

Segundo Silveira, a safra de café robusta do Espírito Santo, o maior produtor desta variedade, sofreu os efeitos de uma seca severa, mas uma maior produção de café arábica vai mais do que compensar aquelas perdas.

O consumo no Brasil poderá subir para 21,3 milhões de sacas em 2016, ante previsão anterior de 21 milhões de sacas, com os consumidores optando por marcas mais baratas em meio à crise econômica para não abandonar o hábito de beber café, segundo projeções da Abic.

Em 2015, o consumo no Brasil somou 20,6 milhões de sacas.

(Por Roberto Samora)