Vendas de supermercados crescem em março, mas puxadas pela Páscoa

quarta-feira, 27 de abril de 2016 12:52 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas do setor supermercadista do Brasil subiram em março, em um resultado ajudado por efeitos sazonais com a incidência no mês do feriado da Páscoa, segundo melhor período para o setor no ano, informou nesta quarta-feira a associação que representa o setor, Abras.

Os supermercados tiveram alta de 4,16 por cento nas vendas reais de março sobre um ano antes e crescimento de 8,44 por cento no comparativo com fevereiro, segundo a entidade.

Com o resultado de março, as vendas dos supermercados no primeiro trimestre acumularam alta de 1,18 por cento sobre os três primeiros meses de 2015.

Para o presidente da Abras, Fernando Yamada, os números continuam tímidos, com expectativa de que as vendas de abril recuem na comparação com março.

"Em janeiro e fevereiro, registrávamos uma queda acumulada de 0,36 por cento nas vendas, mas a Páscoa ajudou a tornar o resultado positivo (...) Com isso, continuamos com a mesma perspectiva com a qual iniciamos o ano, o de uma queda de 1,8 por cento nas vendas em 2016”, afirmou Yamada em comunicado à imprensa.

"Para voltarmos a crescer, precisamos estabilizar a crise política e voltar a planejar o médio e longo prazo, gerando mais empregos e renda para o trabalhador voltar a reativar o consumo", acrescentou.

Em março, o preço da cesta de produtos Abrasmercado, pesquisada pela GfK e analisada pela entidade, registrou alta de 1,07 por cento, passando de 456,22 reais em fevereiro para 461,12 reais no mês passado.

(Por Alberto Alerigi Jr.)