Ações chinesas recuam ao fim de semana fraca; iene dispara a máxima de 18 meses

sexta-feira, 29 de abril de 2016 07:46 BRT
 

XANGAI/SYDNEY (Reuters) - As ações chinesas recuaram nesta sexta-feira, encerrando uma semana fraca, com os investidores adotando a cautela antes do feriado do Dia do Trabalho com o apetite por risco limitado pelo aumento dos calotes de títulos e a volatilidade dos preços das commodities.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,12 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,24 por cento.

O índice CSI300 acumulou perdas de 0,6 por cento na semana e de 1,9 por cento no mês, enquanto o índice SSEC teve queda de 0,7 por cento na semana e de 2,2 por cento no mês.

No Japão, o iene avançou para a máxima de 18 meses, conforme os investidores apostaram que o banco central do país poderia não ampliar o estímulo à economia, afetando as perspectivas para os exportadores do país com um movimento que se espalhou para os outros mercados da região.

Talvez aproveitando a vantagem de um feriado no Japão, os especuladores levaram o iene para acima da última máxima, de 107,63 por dólar atingida mais cedo neste mês, tocando um pico de 107,075.

Às 7:44 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,5 por cento.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei não abriu para negócios.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,50 por cento, a 21.067 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,24 por cento, a 2.938 pontos.   Continuação...