Dólar cai 1% sobre o real com cena externa; BC limita movimento

sexta-feira, 29 de abril de 2016 12:38 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caía 1 por cento nesta sexta-feira, perto do patamar de 3,45 reais, acompanhando o cenário externo, mas com movimento limitado pela volta do Banco Central ao mercado de câmbio, com atuações mais intensas.

A sessão também era marcada também pela briga para a formação da Ptax de abril, o que pode trazer mais volatilidade aos negócios.

Às 12:31, o dólar recuava 0,96 por cento, a 3,4641 reais na venda, quando foi abaixo de 3,50 reais após duas semanas, patamar considerado pelos operadores como piso para o BC. Na mínima desta sessão, a moeda norte-americana foi a 3,4291 reais.

"Os esforços do BC podem ser inúteis hoje por causa da tendência externa", disse o economista da 4Cast Pedro Tuesta.

No exterior, o dólar também perdia força ainda na esteira de dados dos Estados Unidos que mostraram números mais fracos do crescimento econômico e depois de o Federal Reserve, banco central norte-americano, mostrar cautela na alta de juros.

O dólar também caía em relação ao iene, com os investidores apostando que o banco central do Japão não anuncie novas medidas de estímulo à economia. Além disso, perdia em relação a moedas de países como o México e e também frente a uma cesta de moedas.

Com a queda acentuada no dólar, o BC brasileiro voltou a dar as caras, depois de ficar quatro sessões quieto. Desde a semana passada, a autoridade monetária já havia desacelerado o ritmo, fazendo menos intervenções do que no período anterior, que antecedeu a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados. Agora, o Senado cuida do assunto.

Neste pregão, o BC já anunciou quatro leilões de swaps cambiais reversos, equivalente à compra futura de dólares. Em três deles, vendeu 28,6 mil swaps; o quarto leilão será realizado no começo desta tarde.   Continuação...