Halliburton e Baker Hughes descartam fusão de US$28 bi

segunda-feira, 2 de maio de 2016 07:55 BRT
 

(Reuters) - A fornecedora de serviços para campos de petróleo Halliburton (HAL.N: Cotações) e a rival de menor porte Baker Hughes (BHI.N: Cotações) anunciaram o fim de seu acordo de fusão de 28 bilhões de dólares, no domingo, após enfrentarem oposição de reguladores antitruste nos Estados Unidos e na Europa.

O negócio teria unido a segunda e a terceira maiores companhias de serviços petrolíferos do mundo, elevando temores de preços mais altos no setor. Foi o exemplo mais recente de fracasso de uma grande fusão por conta de obstáculos antitruste.

O contrato da aquisição em dinheiro e ações da Baker Hughes pela Halliburton foi avaliado em 34,6 bilhões de dólares ao ser anunciado em novembro de 2014, e agora vale cerca de 28 bilhões de dólares. O acordo expirou no sábado sem um acordo entre as companhias para extendê-lo.

A Halliburton pagará à Baker Hughes uma taxa de rompimento de 3,5 bilhões de dólares até quarta-feira como resultado do fracasso do acordo.

(Por Mike Stone)