Índice acionário alemão sobe com dados da indústria, bancos italianos caem

segunda-feira, 2 de maio de 2016 14:19 BRT
 

Por Danilo Masoni e Atul Prakash

MILÃO/LONDRES (Reuters) - A maioria dos mercados acionários europeus subiu nesta segunda-feira após fortes perdas na sessão anterior, com as ações alemãs se destacando após uma pesquisa positiva sobre a indústria.

Entretanto, os bancos italianos caíram após as últimas medidas do governo para lidar com o alto volume de empréstimos inadimplentes ficarem aquém das expectativas.

Os volumes de negócios foram baixos uma vez que o mercado britânico e outros bolsas da região permaneceram fechados devido um feriado.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 recuou 0,03 por cento, a 1.342 pontos, enquanto o índice de blue chips da zona do euro Euro Stoxx 50 subiu 0,14 por cento, para 3.032 pontos.

O índice DAX da Alemanha teve alta de 0,84 por cento após a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) mostrar que a atividade industrial do país subiu à máxima de três meses em abril, impulsionada pelo crescimento da demanda doméstica e internacional.

Mas o índice de blue chips de Milão FTSE MIB recuou 0,97 por cento diante das quedas de 3,7 a 7,3 por cento dos bancos UniCredit, Monte dei Paschi e Banco Popolare.

O governo italiano aprovou na sexta-feira um decreto para acelerar a recuperação dos empréstimos em uma tentativa de ajudar os bancos a lidarem com o alto volume de empréstimos inadimplentes e restaurar a confiança no setor. Mas os investidores demonstraram nesta segunda-feira alguma cautela com as medidas e disseram que levará tempo para o impacto ser visível.

Em LONDRES, o índice Financial Times não abriu para negócios.   Continuação...