Dividendos do HSBC enfrentam dúvidas com queda do lucro no 1º tri

terça-feira, 3 de maio de 2016 08:09 BRT
 

LONDRES/HONG KONG (Reuters) - A perspectiva de maiores dividendos do HSBC diminuiu nesta terça-feira, depois do maior banco europeu divulgar queda de 14 por cento no lucro trimestral e reservas de capital estáveis.

Embora a baixa no lucro do primeiro trimestre tenha sido inferior à esperada, o nível de capital mais importante do HSBC ficou inalterado ante o fim de 2015 a 11,9 por cento, ante previsões de analistas de 12,1 por cento.

Isso mostra o desafio que o banco enfrenta para montar um colchão de liquidez suficiente para elevar seu dividendo de 8 por cento - algo com o que a administração está comprometida. O índice já o maior entre os principais bancos europeus, segundo dados da Thomson Reuters.

O HSBC teve lucro antes de impostos de 6,1 bilhões de dólares de janeiro a março, queda ante os 7,1 bilhões um ano antes, mas acima da previsão média de 4,3 bilhões de analistas consultados pelo banco.

O lucro acima do esperado reflete um controle melhor sobre despesas do que analistas previam e performance resiliente do negócio de trading do banco, em um ambiente sombrio para o mercado global mais cedo neste ano.

(Por Lawrence White e Sumeet Chatterjee)