Philips venderá ao menos 25% de unidade de iluminação em IPO

terça-feira, 3 de maio de 2016 18:36 BRT
 

AMSTERDÃ (Reuters) - A Philips planeja vender pelo menos 25 por cento de sua divisão de produtos para iluminação, que é a maior fabricante de lâmpadas do mundo, no mercado de ações e se focar na unidade de equipamentos médicos, disse a companhia nesta terça-feira.

O presidente-executivo do grupo holandês, Frans van Houten, disse que a decisão é "histórica" para uma companhia que começou suas atividades como empresa de iluminação em 1891. Analistas avaliaram a unidade em cerca de 5 bilhões de euros.

A empresa anunciou a decisão de vender a divisão de iluminação em 2014, mas o processo levou dois anos, com a empresa dividindo seu extenso portfólio de patentes e analisando opções entre uma listagem em bolsa ou venda para uma empresa particular.

A Philips disse que venderá uma parcela de pelo menos 25 por cento da unidade de iluminação em uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) a ser realizada na Euronext Amsterdam. O momento exato da operação dependerá das condições de mercado e o restante será vendido em um período de alguns anos, disse a empresa.