Lucro da BMW cai com motoristas optando por utilitários em vez de limousines

terça-feira, 3 de maio de 2016 20:46 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A BMW registrou um lucro operacional menor do que o esperado, atingido por movimentos cambiais adversos e por pressão nos preços de limousines, com os motoristas nos Estados Unidos em particular optando por veículos utilitários esportivos (SUV, na sigla em inglês).

Os modelos de carros tradicionais saíram de moda nos EUA, com os baixos preços sustentados da gasolina encorajando uma mudança em direção a picapes e utilitários esportivos. Isto obrigou as montadoras de sedãs e hatchs a ampliar os incentivos para a venda.

"A mudança de limousines para SUV colocou os preços sob pressão", disse o diretor financeiro da BMW, Friedrich Eichiner, a jornalistas em conferência para discutir os resultados nesta terça-feira.

A empresa manteve sua estimativa para o ano todo, ao dizer que vai aumentar a proporção de utilitários vendidos nos EUA para 40 por cento, ante 30 por cento atualmente.

O lucro ante de juros e impostos (Ebit, na sigla em inglês) no primeiro trimestre recuou 2,5 por cento, para 2,46 bilhões de euros, um pouco abaixo da estimativa média dos analistas de 2,48 bilhões de euros em uma pesquisa da Reuters, atingidos por mudanças no valor da libra esterlina e o iuan chinês ante o euro.

(Por Edward Taylor)