Preços baixos do café aumentam desafio do setor com mudança climática, diz Illycaffe

quarta-feira, 4 de maio de 2016 19:06 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Os baixos preços do café arábica estão tornando mais difícil para os produtores a adaptação à mudança nas condições climáticas, o que levanta a perspectiva de que os já reduzidos estoques globais possam cair ainda mais, disse o presidente da Illycaffe, Andrea Illy, nesta quarta-feira.

"Os preços estão muito baixos para permitir a adaptação do plantio de café ao novo cenário de mudança climática e à maior qualidade demandada pelo mercado", disse ele, em entrevista por telefone.

Os contratos futuros de referência do café arábica fecharam em torno de 1,20 dólar por libra-peso nesta quarta-feira, com queda de 60 por cento ante picos atingidos há cinco anos.

Illy disse que a mudança climática gera riscos de redução na produção de arábica, uma vez que o cultivo dos grãos é muito sensível a mudanças mesmo que pequenas na temperatura e na disponibilidade de água.

A Illycafe, uma empresa de Trieste, na Itália, possui lojas de varejo de café arábica ao redor do mundo, com uma receita anual de mais de 400 milhões de euros.

Illy disse que o consumo global de arábica, usado em blends de cafés de alta qualidade, crescerá fortemente nos próximos 20 anos, guiado pela demanda de regiões em que a renda está em expansão, como China, Índia, África, Oriente Médio e Leste Europeu.

"O consumo de café cresce com o desenvolvimento econômico e a globalização", disse ele, adicionando que a demanda está saturada nos países ricos da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

(Por David Brough)