Rumo espera conclusão de negociações com BNDES até fim do 3º tri

quinta-feira, 5 de maio de 2016 15:56 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Rumo Logística está discutindo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a contratação de novas linhas de crédito, com expectativa de conclusão até o fim do terceiro trimestre, afirmaram executivos em teleconferência nesta quinta-feira.

O banco de fomento concedeu anuência ao descumprimento de covenants no fim de 2014 e 2015 para a empresa e nova verificação ocorrerá em dezembro de 2016.

A transportadora também disse que o processo de reperfilamento de dívidas com bancos com vencimento entre 2016 e 2018, no montante de 2,9 bilhões de reais, incluiu a negociação de covenants, definidos para uma alavancagem máxima de 4,5 vezes neste ano. Este patamar será reduzido ao longo do tempo.

Os novos covenants com o BNDES estão sendo discutidos considerando-se os patamares acordados com os bancos, segundo a Rumo.

A reestruturação das dívidas com bancos para um prazo de sete anos, com três anos de carência, bem como o comprometimento do BNDES com aprovação de linhas adicionais de crédito de 2,8 bilhões de reais para a empresa foram possibilitadas pela conclusão de seu processo de capitalização em abril.

A Rumo tem 700 milhões de reais já aprovados pelo BNDES, de acordo com o balanço do primeiro trimestre divulgado nesta quinta-feira.

Os recursos serão dedicados à execução do plano de investimentos da transportadora logística.

Neste ano, o investimento total da empresa, incluindo capex recorrente e de expansão, deve ficar entre 1,7 bilhão e 2,1 bilhões de reais. No ano que vem, o volume aumenta para 2,3 bilhões a 2,5 bilhões.

A Rumo divulgou na noite de quarta-feira avanço de 42,7 por cento do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) no primeiro trimestre na comparação anual, a 444,6 milhões de reais.   Continuação...