Dólar fecha estável sobre o real, com cenário externo e sem ação do BC

quinta-feira, 5 de maio de 2016 17:27 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou praticamente estável em relação ao real nesta quinta-feira, com a piora no cenário externo após a redução nos ganhos dos preços internacionais do petróleo ofuscando o fato de o Banco Central não ter atuado no mercado pelo segundo dia seguido.

O dólar recuou 0,01 por cento, a 3,5398 reais na venda, após atingir 3,5080 reais na mínima desta sessão e 3,5527 reais na máxima. O dólar futuro operava com leve queda de 0,2 por cento no fim da tarde.

"O mercado hoje estava seguindo mais o lado externo... ainda existem receios com dados da China, dos Estados Unidos e o petróleo também perdeu força", disse o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

Os preços internacionais petróleo chegaram a subir mais de 4 por cento mais cedo, após um incêndio florestal perto de áreas de extração no Canadá e a escalada de tensões na Líbia aumentarem expectativas de investidores sobre redução da oferta de petróleo no curto prazo. Mas os preços perderam força e fecharam em alta em torno de 1 por cento,

Com isso, o dólar acabou ganhando força frente a moedas como o peso mexicano e em relação a uma cesta de divisas.

Ainda no exterior, o mercado aguardava a divulgação de novos dados sobre o mercado de trabalho norte-americano no dia seguinte. Nesta quinta-feira, os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos Estados Unidos subiram mais do que o esperado na semana passada.

A aproximação do dólar de 3,50 reais, patamar que muitos operadores consideram como um piso do BC para evitar prejudicar os exportadores, também atraiu compras nesta sessão.

"A leitura é que não tem muito espaço para cair abaixo de 3,50 reais. Então, conforme se aproximou disso, o mercado aproveitou para comprar", disse o operador de câmbio da corretora Spinelli José Carlos Amado.   Continuação...