AgRural reduz previsão da principal safra de milho do país em 10% por seca

quinta-feira, 5 de maio de 2016 17:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A consultoria AgRural cortou sua estimativa de produção de milho segunda safra do centro-sul do Brasil de 51,6 milhões de toneladas, calculados no início de abril, para 46,1 milhões de toneladas, devido tempo quente e seco ao longo do mês passado, informou a empresa em nota nesta quinta-feira, em linha com algumas previsões de perdas que circulam no mercado.

Segundo a AgRural, combinados aos 2,8 milhões de toneladas estimados pelo governo para o Norte/Nordeste, os números da consultoria para a principal safra do cereal do país resultam em 48,9 milhões de toneladas, 10 por cento abaixo da estimativa passada e 10,5 por cento inferior à produção recorde colhida em 2015. O Estado de Goiás foi o mais afetado, com redução forte na expectativa de produtividade, segundo a consultoria.

(Por Roberto Samora)