Bolsas dos EUA fecham estáveis antes de relatório sobre mercado de trabalho; varejo recua

quinta-feira, 5 de maio de 2016 18:43 BRT
 

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos devolveram ganhos iniciais e encerraram estáveis nesta quinta-feira, com a queda das ações de bens de consumo não essenciais e cautela dos investidores antes da divulgação do relatório sobre o mercado de trabalho norte-americano em abril.

O índice Dow Jones encerrou em alta de 0,05 por cento, para 17.660 pontos, o S&P 500 teve queda 0,02 por cento, para 2.050 pontos e o Nasdaq Composite caiu 0,18 por cento, para 4.717 pontos.

As ações da L Brands, que caíram 12 por cento para 70,53 dólares depois da empresa divulgar vendas menores do que o esperado, lideraram o recuo das empresas de bens de consumo não essenciais, justamente com a Amazon , que recuou 1,8 por cento, a 659,09 dólares. O índice de varejo do S&P caiu 1,5 por cento, enquanto o índice de consumo discricionário do S&P caiu 0,6 por cento.

As ações da Tesla caíram 5 por cento, para 211,53 dólares após analistas expressarem dúvidas sobre a capacidade da montadora de veículos elétricos de entregar os veículos antes do prazo.

Investidores estão aguardando ansiosamente pelos dados do mercado de trabalho dos EUA em abril, que devem ser divulgados na sexta-feira. Eles vão varrer cuidadosamente o relatório em busca de quaisquer sinais de como o mercado de trabalho pode influenciar o ritmo da alta de juros.

"Os pedidos semanais de auxílio desemprego estão um pouco maiores que o esperado e, quando você as combina com o relatório ADP de ontem, isto aumenta a possibilidade de que o relatório do mercado de trabalho nacional de amanhã possa ser um pouco mais inclinado para o lado suave", disse o diretor de investimentos da Northstar Wealth Partners, Michael Sheldon.

(Por Caroline Valetkevitch; reportagem adicional por Tanya Agrawal e Sam Forgione)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

REUTERS NS RBS