Gafisa tem prejuízo de R$53,2 mi no 1º trimestre

quinta-feira, 5 de maio de 2016 21:57 BRT
 

Por Juliana Schincariol

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Gafisa teve prejuízo de 53,2 milhões de reais no primeiro trimestre, ante lucro de 31,6 milhões de reais um ano antes, informou a incorporadora nesta quinta-feira.

O resultado foi pressionado pelos números do segmento Gafisa, voltado para públicos de média e alta rendas e que teve prejuízo de 58 milhões de reais. Já a Tenda, do setor econômico, lucrou 4,8 milhões de reais no período, revertendo prejuízo de um ano antes.

Assim, para o segmento mais alto, a companhia vê um ambiente de liquidez mais restrita em 2016, o que pode afetar preços, margens e volume de receitas. "Iremos manter em 2016 uma postura conservadora, buscando equilibrar a colocação de novos produtos no mercado", disse em seu relatório de resultados.

Enquanto isso, os cancelamentos de contratos em Gafisa ficaram acima da média dos últimos 12 meses e subiram de 124,8 milhões no primeiro trimestre de 2015 para 170,3 milhões de janeiro a março deste ano.

"Diante das atuais incertezas no cenário político-econômico e seus reflexos no mercado imobiliário, não vem sendo possível reduzir, com maior efetividade, o volume de cancelamentos", afirmou a companhia no balanço.

Já o segmento econômico, que tem se mostrado mais resistente ao cenário atual, está pronto para aumentar seu volume de novos empreendimentos. O volume de contratos cancelados de Tenda totalizou 46,2 milhões de reais no primeiro trimestre, queda de 17,9 por cento na comparação anual.

A empresa já havia informado, em abril, que a Tenda amenizou o recuo das vendas dos imóveis de média e alta rendas.

A receita líquida consolidada entre janeiro e março foi de 405,5 milhões de reais, queda de 22 por cento sobre o mesmo período em 2015. Já o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado caiu 84 por cento, para 15,5 milhões de reais.