BC da China promete ajuste da política monetária e a flexibilidade do iuan

sexta-feira, 6 de maio de 2016 13:41 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O banco central chinês disse nesta sexta-feira que vai ajustar sua política monetária de uma maneira preventiva e oportuna, uma vez que a economia ainda enfrenta pressão negativa, apesar dos sinais de estabilização.

O Banco do Povo da China vai continuar com sua postura de prudência e manter a cotação do iuan basicamente estável, disse o banco em seu relatório de implementação de política monetária do primeiro trimestre.

O banco central disse que vai criar "um ambiente financeiro e monetário apropriado para ajustes, transformações e modernizações estruturais", e adotará medidas para afastar os riscos financeiros sistêmicos.

O banco também prometeu deixar o mercado exercer um papel maior ao determinar a taxa de câmbio do iuan, e melhorar a flexibilidade da moeda.

O crescimento econômico do país desacelerou para 6,7 por cento no primeiro trimestre --o mais fraco desde a crise financeira global, mas a atividade econômica acelerou em março após uma série de medidas, incluindo seis cortes da taxa de juros desde o fim de 2014.

(Por Kevin Yao e Michael Martina)