China deve crescer 6,7% no 2º trimestre, aponta consultoria de pesquisa oficial

segunda-feira, 9 de maio de 2016 11:01 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A economia chinesa deve crescer 6,7 por cento no segundo trimestre, com aumento do investimento em infraestrutura e recuperação do mercado imobiliário, disse a agência de notícias estatal Xinhua, citando um think tank oficial.

As exportações vão provavelmente cair 8 por cento no segundo trimestre, enquanto as importações terão queda de 10 por cento, de acordo com uma estimativa do Centro Estatal de Informação, que é associado à Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, poderoso órgão de planejamento econômico.

O setor de serviços deve ter expansão de 7,5 por cento no segundo trimestre, com a perspectiva de crescimento das vendas do varejo em 10,5 por cento.

O Centro Estatal de Informação disse que a excessiva capacidade industrial e a desaceleração do investimento privado continuarão a representar desafios ao crescimento econômico chinês, embora a expansão da produção de carros e aço bruto indique alguma estabilização.

A economia da China cresceu 6,7 por cento no primeiro trimestre.

(Reportagem por Elias Glenn)