Vendas reais do Dia das Mães caíram 3,8% em 2016, diz Cielo

terça-feira, 10 de maio de 2016 18:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas reais do varejo brasileiro da semana anterior ao Dia das Mães foram 3,8 por cento menores do que em igual período de 2015, segundo o ICVA, índice da empresa de meios de pagamentos eletrônicos Cielo, divulgado nesta terça-feira.

O Dia das Mães é a segunda data mais importante para o varejo brasileiro, atrás do Natal.

Segundo o relatório, com exceção do setor de Drogarias e Farmácias (+7,3 por cento), todos os setores tiveram queda na receita deflacionada, no comparativo anual. Os piores desempenhos foram nos ramos de Estética e cabelereiros (-13,2 por cento), de Livraria , papelaria e afins (-12,7 por cento) e Óticas e joalheiras (-11,7 por cento).

Considerando apenas a mesma base de lojas, o varejo apresentou queda de 6 por cento em receita deflacionada na semana do Dia das Mães, ante mesmo período de 2015.

Na segunda-feira, a empresa de análise de informações de crédito Serasa Experian divulgou que as vendas relacionadas ao Dia das Mães tiveram este ano o pior desempenho desde 2003. Segundo a empresa, as vendas na semana entre 2 e 8 de maio caíram 8,4 por cento sobre a semana de 4 a 10 de maio de 2015.

(Por Aluísio Alves)