Preços do petróleo sobem após 1ª queda de estoques dos EUA desde março; Brent avança 4%

quarta-feira, 11 de maio de 2016 16:31 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O petróleo teve alta nesta quarta-feira, com o Brent subindo mais de 4 por cento pelo segundo dia consecutivo, após o governo dos Estados Unidos relatar inesperadamente que os estoques de petróleo caíram pela primeira vez desde março, somando-se às preocupações sobre interrupções de oferta no Canadá e na Nigéria.

A Administração de Informação de Energia dos EUA (AIE) informou que os estoques de petróleo caíram 3,4 milhões de barris na semana passada, ante expectativas de um aumento de 714 mil barris e diante de dados preliminares do Instituto Americano do Petróleo registrando aumento de 3,5 milhões de barris na terça-feira.

O relatório da AIE "foi rapidamente visto como altista, com a queda de petróleo sendo quase o exato oposto do que o API tinha dito", afirmou o sócio sênior do Energy Management Institute, Dominick Chirichella, em Nova York.

Os mercados de petróleo ampliaram ganhos após a divulgação dos dados. Os contratos futuros do Brent encerraram em alta de 2,08 dólares, ou 4,6 por cento, a 47,60 dólares por barril. Na sessão anterior, o contrato havia subido 4,3 por cento.

Os contratos futuros do petróleo nos EUA subiram 1,57 dólar, ou 3,5 por cento, encerrando a 46,23 dólares por barril.

(Por Barani Krishnan; reportagem adicional por Simon Falush e Henning Gloystein)