Petrobras negocia gasodutos com Brookfield e aprova venda de ativos na Argentina

quinta-feira, 12 de maio de 2016 19:08 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou nesta quinta-feira que fechou acordo de exclusividade por 60 dias com a Brookfield para alienar a divisão de gasodutos Nova Transportadora do Sudeste (NTS) e que seu Conselho de Administração aprovou a venda da fatia da companhia na Petrobras Argentina à Pampa Energia.

A estatal brasileira afirmou que as negociações em caráter de exclusividade com a Brookfield poderão ser estendidas por mais 30 dias, sendo que uma eventual transação estará sujeita à aprovação final por sua diretoria executiva e Conselho de Administração.

A Reuters antecipou na quarta-feira que a Brookfield faria uma oferta de 5,2 bilhões de dólares pela NTS, superando propostas de rivais como a francesa Engie e a japonesa Mitsui.

No fato relevante, a Petrobras não informou valores sobre as negociações da NTS, que opera gasodutos na região Sudeste.

Já a venda da fatia de 67,19 por cento da estatal na Petrobras Argentina foi negociada com a Pampa Energia por 892 milhões de dólares.

O acordo com a Pampa Energia ainda envolve, segundo a Petrobras, um acordo para operações subsequentes, que poderiam envolver uma fatia de 33,6 por cento da estatal na concessão Rio Neuquen, também na Argentina, e de 100 por cento do ativo de Colpa Caranda, na Bolívia, em um total de 52 milhões de dólares.

"As operações subsequentes relacionadas a esses ativos estão condicionadas à aprovação pelas instâncias adequadas de deliberação da Pampa Energia e pelos órgãos reguladores pertinentes", afirmou a petroleira.

O negócio com a Pampa Energia foi comunicado pela Petrobras no início de maio.

(Por Luciano Costa)