Justiça de MG volta atrás e revoga decisão que suspendia conselheiros da CSN na Usiminas

segunda-feira, 16 de maio de 2016 16:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Justiça de Minas Gerais decidiu nesta segunda-feira revogar decisão da semana passada que tinha suspendido a eleição de conselheiros indicados pela CSN para o Conselho de Administração da Usiminas.

Segundo decisão da juíza Patrícia Santos Firmo, a eleição dos conselheiros Ricardo Antônio Weiss e Gesner José Oliveira Filho está mantida, bem como dos membros ao conselho fiscal da Usiminas também indicados pela rival.

O processo pedindo a suspensão dos conselheiros indicados pela CSN havia sido aberto pela Nippon Steel, que divide o controle da Usiminas com o grupo Techint.

(Por Alberto Alerigi Jr.)