Bovespa fecha estável com exterior favorável ofuscado por recuo de bancos e Gerdau

segunda-feira, 16 de maio de 2016 17:57 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou estável nesta segunda-feira, uma vez que o efeito positivo do apetite a risco no exterior foi contrabalançado, principalmente pelo declínio das ações de bancos e da Gerdau, com investidores à espera do anúncio de medidas pelo governo interino de Michel Temer.

O Ibovespa fechou estável, a 51.802 pontos. Na máxima do dia, o índice subiu quase 1 por cento e, na mínima, caiu 0,42 por cento. O volume financeiro somou 7,7 bilhões de reais.

No panorama externo, o começo da semana foi de alta nos pregões em Wall Street e nos preços de commodities, com destaque para o avanço do petróleo, ajudado por perspectivas consideradas otimistas do Goldman Sachs.

Na cena doméstica, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, adiou para terça-feira o anúncio da equipe econômica, mantendo o mercado em modo espera.

Para o Bradesco BBI, o mercado passa por uma transição de um rali baseado em expectativas de mudança positiva para um olhar mais comedido sobre os novos formuladores de políticas e a probabilidade de reformas estruturais - e suas consequências.

DESTAQUES

  Continuação...