Maria Sílvia Bastos assume presidência do BNDES

segunda-feira, 16 de maio de 2016 20:09 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A economista Maria Sílvia Bastos vai assumir a presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em substituição a Luciano Coutinho, informou nesta segunda-feira a assessoria do presidente da República interino, Michel Temer, que tem sido criticado pela ausência de mulheres no primeiro escalão do governo.

A executiva, que já presidiu a Companhia Siderúrgica Nacional entre 1996 e 2002 e foi diretora do BNDES, assume o banco de fomento em um momento de progressiva retração das operações, fruto da recessão do país e de perdas no braço de participações BNDESPar.

Desde 2015, Maria Sílvia faz parte do conselho de administração do grupo americano Marsh & McLennan, dona da corretora Marsh. É também membro do Conselho Público Olímpico, órgão de supervisão dos preparativos para os Jogos de 2016.

Maria Sílvia também tem no currículo passagem pela Secretaria Municipal de Fazenda da cidade do Rio de Janeiro, entre 1993 e 1996, na gestão do prefeito César Maia.

No comando da CSN, ganhou visibilidade internacional por multiplicar o faturamento e promover fortes cortes de custos, o que levou a revista Time a apontá-la como uma das personalidades empresariais de maior destaque no Brasil.

O BNDES teve lucro líquido de 1,598 bilhão de reais no primeiro trimestre, quase estável em relação um ano antes. Mas os desembolsos tiveram queda de 46 por cento na mesma comparação, refletindo a retração da economia. E a BNDESPar teve prejuízo de 1,8 bilhão de reais, o dobro de um ano antes, refletindo ajuste contábil da Petrobras.

(Por Lisandra Paraguassu e Aluisio Alves)

 
Maria Sílvia durante entrevista à Reuters no Rio de Janeiro
 21/9/2011 REUTERS/Sergio Moraes