Maior siderúrgica chinesa pede mais apoio do governo para exportar

segunda-feira, 16 de maio de 2016 18:44 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A Jiangsu Shagang, unidade listada em bolsa da maior fabricante privada de aço da China, disse nesta segunda-feira que o governo deve dar mais apoio às siderúrgicas em seus esforços para exportar produtos e transferir capacidade para o exterior.

O enorme setor siderúrgico chinês está sob crescente observação internacional, com siderúrgicas estrangeiras acusando as empresas chinesas de inundarem o mercado global com aço barato e subsidiado e privá-las de negócios.

Mas o gerente-geral da Shagang, Chen Ying, disse que apoiar as exportações ajudaria a acelerar os esforços da China para enfrentar um enorme excesso de capacidade, que agora está em cerca de 300 milhões de toneladas ao ano, quase o dobro da produção anual total da União Europeia.

"A China deveria apoiar as exportações - exportações de produtos de aço e transferir projetos e usinas para o exterior", disse Chen em uma conferência do setor.

O presidente do conselho da Associação Chinesa de Ferro e Aço, Ma Guoqiang, disse mais cedo na conferência que o governo nunca havia encorajado as siderúrgicas a impulsionar as exportações, dizendo que o setor era primariamente orientado para o mercado doméstico.

(Por Ruby Lian e David Stanway)