PF indicia 19 em fase da operação Zelotes incluindo presidente da Gerdau

segunda-feira, 16 de maio de 2016 20:55 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Polícia Federal indiciou nesta segunda-feira 19 pessoas no âmbito da 6a fase da operação Zelotes, que investiga suspeitas de manipulação de julgamentos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), incluindo, segundo a mídia, o presidente-executivo da Gerdau, André Gerdau Johannpeter.

A 6a fase foi deflagrada no final de fevereiro e André Gerdau foi alvo de um dos mandatos de condução coercitiva na ocasião, em meio a acusações de que a empresa tentou sonegar até 1,5 bilhão de reais.

Em nota, a Gerdau afirmou ter recebido a notícia do indiciamento de executivos da companhia, incluindo o presidente, "com imensa surpresa e repúdio".

"Nenhum deles jamais prometeu, ofereceu ou deu vantagem indevida a funcionários públicos para que recursos em trâmite no Carf fossem ilegalmente julgados em seu favor, até mesmo porque estes ainda se encontram pendentes de julgamento", afirmou a siderúrgica, acrescentando que ainda não teve acesso ao relatório final da PF.

Segundo comunicado da PF, o relatório final do inquérito com o indiciamento de 19 pessoas foi encaminhado à Justiça na última sexta-feira e cita conselheiros e ex-conselheiros do Carf, advogados e membros da diretoria responsável da empresa investigada por sonegação. A PF não divulgou o nome dos indiciados.

O Ministério da Fazenda, órgão ao qual o Carf é vinculado, citou comunicado da semana passada em que afirma que a Corregedoria-Geral da pasta instaurou processo disciplinar para apurar responsabilidade dos agentes envolvidos.

Segundo a PF, o relatório encaminhado à 10a Vara da Justiça Federal no Distrito Federal tem 176 páginas e lista "uma série de provas obtidas pelos policiais e indicia os investigados por corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, tráfico de influência entre outros crimes".

As ações da Gerdau recuaram 6,7 por cento. O Ibovespa fechou estável.

(Por Alberto Alerigi Jr. e Aluísio Alves)