Presidente da Saab se diz confiante em acordo para Gripen no Brasil apesar de turbulências

terça-feira, 17 de maio de 2016 11:25 BRT
 

LINKOPING, Suécia (Reuters) - A sueca Saab está olhando de perto a turbulência política no Brasil, que encomendou 36 de seus caças Gripen, mas não espera que a crise prejudique o programa, disse o presidente-executivo da empresa, Hakan Buskhe.

"Todos estamos olhando o que acontece no Brasil, mas não estou tendo noites sem dormir", disse Buskhe a jornalistas, ao ser questionado se a crise poderia afetar seu crescimento no país.

O Brasil se mostrou interessado em comprar mais duas levas de Gripens.

Buskhe afirmou que a Saab está realizando uma contínua revisão de seus principais produtos de defesa 600, avaliando cada um segundo dez parâmetros, e com a meta de reduzir seu número enquanto permanece uma "companhia ampla".

O executivo disse que a Saab provavelmente fará mais vendas que aquisições conforme ajusta seu portfólio, mas que o valor das aquisições será maior.

Um porta-voz afirmou que a Saab está realizando uma revisão de produtos sem data de conclusão.

(Por Tim Hepher)