Petrobras oferecerá títulos em dólar e recompra de até US$3 bi em dívidas

terça-feira, 17 de maio de 2016 17:54 BRT
 

Por Guillermo Parra-Bernal

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras planeja vender títulos de 5 e 10 anos denominados em dólares provavelmente ainda nesta terça-feira, na primeira oferta global de bônus de uma empresa brasileira desde junho, em um esforço da endividada petroleira para reduzir riscos de pagamento nos próximos anos.

A companhia anunciou a oferta, juntamente com um plano de recompra de até 3 bilhões de dólares em bônus que vencem em 2018 ou dívida com cupom de 8,375 por cento. O acordo está sujeito ao consentimento da maioria dos detentores de bônus, que também terão que dar permissão para mudanças nos termos contratuais dos papéis, disse o documento.

Os novos títulos foram classificados com a nota "B3" pela agência de risco Moody's, seis níveis abaixo do grau de investimento. A Moody's disse que a classificação considerou a erosão da liquidez da empresa, fluxo de caixa livre negativo, alta alavancagem financeira, risco de desvalorização do real e os desafios operacionais em ambiente industrial e econômico difícil.

Antes do escândalo de corrupção investigado pela operação Lava Jato, a Petrobras tinha um rating superior ao do governo brasileiro.

A oferta é a primeira tentativa da Petrobras de vender títulos nos mercados de dívida globais desde 1º de junho, quando a empresa colocou 2,5 bilhões de dólares de títulos com vencimento em 2115, com cupom de 6,85 por cento.

A última empresa brasileira a vender dívida para investidores internacionais foi a fabricante de aviões Embraer, que vendeu 1 bilhão de dólares em bônus de 10 anos em 8 de junho, de acordo com dados da Thomson Reuters.

A empresa informou em comunicado nesta terça-feira que os recursos líquidos da venda dos títulos sem garantia serão utilizados para financiar a recompra de títulos.

Duas fontes com conhecimento direto da transação disseram à Reuters que os novos títulos devem ter juros de 9 e 9,25 por cento, respectivamente. A Petrobras tem cerca de 54 bilhões de dólares em títulos em circulação.   Continuação...

 
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro
  REUTERS/Sergio Moraes