Bovespa fecha em queda após Fed indicar que pode elevar os juros já em junho

quarta-feira, 18 de maio de 2016 17:52 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em queda nesta quarta-feira, após a ata da última reunião do Federal Reserve sugerir que o banco central norte-americano está muito mais próximo de aumentar novamente os juros do que o mercado esperava.

O Ibovespa caiu 0,55 por cento, a 50.561 pontos. Na máxima, pouco antes da divulgação da ata do Fed, o índice subiu 1 por cento e superou 51 mil pontos. Na mínima, pela manhã, caiu 1 por cento.

O volume financeiro somou 7,8 bilhões de reais, com a sessão também marcada pelo vencimento dos contratos de opções sobre o índice à vista.

Após uma abertura mais fraca, o Ibovespa firmou-se no azul, amparado particularmente na recuperação das ações de bancos, e acompanhando também a melhora em Wall Street e o avanço dos preços do petróleo.

A divulgação da ata da última reunião de política monetária do Fed, porém, pesou nos mercados ao mostrar que a maioria dos membros da instituição julgou ser apropriado elevar os juros em junho se dados econômicos continuarem consistentes com um cenário recuperação no segundo trimestre.

Em nota a clientes, o Credit Suisse considerou a ata "muito hawkish" (termo usado para caracterizar viés mais favorável a aumento de juros a fim de controlar a inflação).

O chefe da mesa de renda variável da corretora de um banco estrangeiro em São Paulo acrescentou ainda que não ajuda a bolsa brasileira o discurso do governo interino de Michel Temer de que precisa de tempo para encaminhar mudanças que ajudem a reavivar a economia.

  Continuação...