Vontade da China de manter números de crescimento pode esconder riscos de longo prazo, diz Moody's

quinta-feira, 19 de maio de 2016 07:21 BRT
 

HONG KONG (Reuters) - A vontade da China de manter os números de crescimento pode elevar os riscos de longo prazo para a segunda maior economia do mundo, afirmou nesta quinta-feira a agência de classificação de risco Moody's Investor Services.

Embora tenha mantido sua projeção de crescimento para a China em 6,3 por cento para este ano, a agência afirmou que a expansão continua a ser sustentada pelo crescente volume de dívida que pode levar a mais problemas à frente.

"Entregar as metas de taxa de crescimento como objetivo primário pode acontecer às custas da qualidade do crescimento devido à má alocação de recursos, e limitar a capacidade do governo de lidar com os desequilíbrios na economia através da implementação de reformas", escreveram os autores do relatório, Madhavi Bokil e Dima Cvetkova.

A China determinou uma meta de crescimento econômico de 6,5 a 7 por cento neste ano, após a expansão ter desacelerado para a mínima de 25 anos, de 6,9 por cento, em 2015. Mas alguns economistas consideram que as taxas reais de crescimento já são bem menores do que os dados oficiais sugerem.

(Reportagem de Saikat Chatterjee)