Dólar sobe mais de 1% e vai a R$3,60 com Fed e petróleo

quinta-feira, 19 de maio de 2016 10:30 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar avançava mais de um 1 por cento e ia a 3,60 reais nesta quinta-feira, refletindo crescentes expectativas de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, eleve os juros em breve e o mau humor externo diante da queda dos preços do petróleo.

Às 10:27, o dólar avançava 1,12 por cento, a 3,6029 reais na venda, após subir 2,04 por cento na sessão passada.

A moeda norte-americana atingiu 3,6074 reais na máxima desta sessão. O dólar futuro avançava 0,6 por cento.

"Há um rescaldo do movimento de ontem, de aposta em alta de juros do Fed", disse o operador da corretora B&T Marcos Trabbold, acrescentando que "predomina a cautela nos mercados externos".

A ata da última reunião do Fed, divulgada na quarta-feira, reviveu as apostas em aumento dos juros já na reunião de junho do banco central.

Essas expectativas mantinham a pressão sobre os mercados de câmbio nesta sessão, já que aperto monetário nos EUA tende a tornar mais atrativos os ativos norte-americanos e drenar capitais investidos em outros mercados. Mais cedo, o dólar avançou à máxima em mais de sete semanas em relação a uma cesta divisas.

Também contribuía para reduzir a demanda por ativos de risco a queda dos preços do petróleo, reflexo da força da moeda norte-americana e do surpreendente aumento dos estoques da commodity nos EUA.

No cenário local, investidores adotavam cautela em meio a preocupações com a situação fiscal do Brasil e enquanto aguardam medidas concretas da equipe econômica do presidente interino Michel Temer.   Continuação...