Acionistas aprovam compra da Cetip pela BM&FBovespa

sexta-feira, 20 de maio de 2016 16:49 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Acionistas aprovaram em assembleias separadas nesta sexta-feira a compra da Cetip pela BM&FBovespa, em um dos últimos passos para a criação de uma plataforma integrada de estrutura de mercado operada por uma empresa avaliada em cerca de 40 bilhões de reais.

A conclusão da compra da Cetip, anunciada em abril e calculada pelos compradores em cerca de 12 bilhões de reais, agora depende apenas de aval de órgãos reguladores.

Em comunicado mais cedo, a assembleia da Cetip também aprovou por maioria a dispensa da realização de oferta pública de aquisição de ações (OPA) no âmbito da operação.

A companhia combinada, 14a maior listada no mercado acionário brasileiro, com receita líquida conjunta de cerca de 3,4 bilhões de reais em 2015, trará uma economia operacional de cerca de 10 por cento, segundo cálculos da BM&FBovespa.

O aval societário para a operação abre caminho para que a BM&FBovespa leve adiante as conversações com bancos para tomar um empréstimo que pagará parte do negócio a acionistas da Cetip.

Na semana passada, o diretor financeiro e de relações com investidores da bolsa, Daniel Sonder, disse que uma linha de crédito prévia de cerca de 2 bilhões de reais para ajudar a financiar o negócio já estava acertada. Mas quando o desembolso efetivamente acontecer, a bolsa pretende tomar recursos no mercado em condições mais favoráveis e com prazo de até 3 anos.

Também nesta sexta-feira, a BM&FBovespa informou que seu presidente do conselho de administração, Pedro Parente, seguirá no cargo, apesar de ter aceito indicação do governo federal para presidir a Petrobras. Segundo ele, não existe conflito de interesses.

(Por Aluísio Alves)