Captação da previdência aberta cai 3,3% em março sobre um ano antes, diz Fenaprevi

segunda-feira, 23 de maio de 2016 13:05 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os aportes em planos abertos de previdência privada somaram 8,8 bilhões de reais em março, queda de 3,3 por cento sobre o mesmo período do ano passado, informou nesta segunda-feira a Fenaprevi, entidade que representa entidades do setor.

A captação líquida do segmento, que inclui planos como PGBL e os VGBL, foi positiva em 4 bilhões de reais, ou seja, superior ao volume de resgates.

"A captação líquida de março segue positiva, o que mostra o compromisso do participante com a constituição de reservas de longo prazo", disse em comunicado à imprensa Edson Franco, presidente da FenaPrevi, que representa 69 seguradoras e entidades abertas de previdência complementar no país.

No primeiro trimestre, os aportes somaram 21,5 bilhões de reais, alta de 5,7 por cento frente aos primeiros três meses de 2015. A captação líquida no período foi positiva em 8,1 bilhões de reais.

(Por Alberto Alerigi Jr.)