Confiança do consumidor do Brasil sobe em maio com melhora das expectativas, aponta FGV

terça-feira, 24 de maio de 2016 08:24 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As expectativas melhoraram com força e a confiança do consumidor brasileiro registrou alta em maio, após dois meses seguidos de queda, apontou a Fundação Getulio Vargas nesta terça-feira.

A FGV informou que seu Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu 3,5 pontos em maio, atingindo 67,9 pontos.

Com elevação de 5,3 pontos, o Índice de Expectativas (IE)registrou a maior alta desde outubro de 2011 e foi o destaque neste mês, chegando a 71,1 pontos. Este é o maior nível desde junho de 2015 (73,1).

O Índice da Situação Atual (ISA) também apresentou ganhos, porém de apenas 0,8 ponto, atingindo 65,5 pontos.

"Pela primeira vez desde dezembro de 2013, o consumidor não está pessimista em relação à evolução da economia nos meses seguintes. Como o novo governo não teve tempo para mudanças parece que o desfecho da primeira fase do processo de impeachment alterou positivamente o humor de uma parcela dos consumidores", explicou a coordenadora da sondagem do consumidor da FGV, Viviane Seda Bittencourt, em nota.

Os consumidores vivem agora as expectativas em torno do governo do presidente interino Michel Temer, que defende a reforma da Previdência e redução dos gastos públicos.

No Ministério da Fazenda assumiu Henrique Meirelles, que indicou Ilan Goldfjan para assumir o Banco Central.

(Por Camila Moreira)