Padilha: Dyogo comanda Planejamento até Temer decidir trazer Jucá de volta, se for o caso

terça-feira, 24 de maio de 2016 12:31 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nesta terça-feira que o governo não planeja indicar neste momento outro nome para o Ministério do Planejamento no lugar do senador Romero Jucá, exonerado do cargo em função de conversa em que teria sugerido um pacto para paralisar a operação Lava Jato.

“O secretário Dyogo de Oliveira cumprirá esse papel até o momento em que o presidente Michel Temer decidir trazer de volta o ministro Jucá, se for o caso”, disse Padilha, acrescentando que esse é um tema que está em “stand by”.

O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, consultado sobre a frase de Temer aos líderes partidários que “tratava com bandidos” como secretário de Segurança e saberia conduzir o governo, afirmou que Temer “tem estofo para resistir a qualquer tipo de pressão”.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu, Marcela Ayres e Alonso Soto)

 
Ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, ao lado do presidente interino, Michel Temer, durante reunião em Brasília.    13/05/2016       REUTERS/Ueslei Marcelino