Principal índice europeu atinge máxima de 4 semanas, com bancos e petróleo

quarta-feira, 25 de maio de 2016 14:11 BRT
 

Por Alistair Smout e Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - As ações europeias saltaram para a máxima de quatro semanas nesta quarta-feira, com os bancos impulsionados pelo avanço nas negociações para garantir um acordo de alívio da dívida para a Grécia e os papéis de energia subindo na esteira do petróleo.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 teve alta de 1,26 por cento, a 1.366 pontos, ampliando os ganhos de mais de 2 por cento de terça-feira. O índice STOXX Europe 600 subiu 1,29 por cento. Ambos tocaram suas máximas desde o final de abril.

Os bancos subiram após os ministros das Finanças da zona do euro concordarem com a Grécia e o Fundo Monetário Internacional sobre um acordo que vai atender aos pedidos de Atenas de um alívio da dívida.

O índice bancário da zona do euro avançou 3,6 por cento, liderado pelos bancos na periferia. As ações do Caixabank, Banco Popular e Santander avançaram entre 6 por cento e 7,3 por cento.

O principal índice acionário da Grécia subiu no começo da sessão, conforme o rendimento dos títulos soberanos caía com o acordo. O índice estava a caminho de ter seu fechamento mais alto desde dezembro de 2015, mas registrou uma inversão no fim do pregão e fechou estável.

As ações de energia estavam sob demanda após os preços do petróleo subirem para perto de 50 dólares o barril, com o petróleo dos Estados Unidos atingindo seu maior valor em mais de sete meses após dados da indústria sugerirem uma redução maior que a esperada nos estoques norte-americanos na semana passada.

O índice de petróleo e gás subiu 2,5 por cento, ajudados pelos ganhos da BP e da Royal Dutch Shell.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,70 por cento, a 6.262 pontos.   Continuação...