Plantio de trigo começa no RS com expectativas climáticas favoráveis, diz Emater

quarta-feira, 25 de maio de 2016 18:40 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O plantio do trigo no Rio Grande do Sul atingiu 9 por cento da área total prevista para o Estado nesta sexta-feira, ante 11 por cento no mesmo período do ano passado, com os produtores acreditando em melhores condições climáticas neste ano, segundo um especialista da Emater/RS-Ascar, órgão ligado ao governo estadual.

Para este ano, a previsão é de que a área plantada com o cereal no Estado, o segundo maior produtor de trigo do país, sofra uma redução de 13,1 por cento ante o ano passado, para 767 mil hectares, segundo projeção do Emater, mas ainda assim a produção poderá ser maior que a safra afetada pela elevada umidade no ano passado.

De acordo com o assistente técnico em culturas da Emater, Alencar Paulo Rugieri, a redução da área de plantio se deve aos resultados ruins do ano passado, quando o excesso de chuvas afetou a produtividade do cereal.

"É uma opção do produtor. A diminuição é por causa dos resultados ruins do ano passado", disse Rugieri, acrescentando que a ampla oferta do mercado global, especialmente com a retomada das exportações da Argentina, não inibiu os produtores a plantar trigo.

No entanto, apesar da redução de área, a expectativa é que a safra obtenha melhores produtividades devido a condições climáticas mais secas.

"Os produtores estão bastante atentos às condições climáticas, dessa previsão de La Niña. Em anos de La Niña a produção geralmente é favorável", disse Rugieri.

(Por Natália Scalzaretto)