Migração para Grã-Bretanha fica perto de recorde antes de referendo sobre UE

quinta-feira, 26 de maio de 2016 11:06 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A migração para a Grã-Bretanha no ano passado atingiu seu segundo maior nível desde que os registros começaram a ser realizados, de acordo com dados oficiais divulgados nesta quinta-feira.

O National Bureau of Statistics, em seu último relatório antes da votação sobre a permanência da Grã-Bretanha na UE, prevista para 23 junho, apontou que a migração líquida atingiu 333 mil pessoas em 2015, o segundo nível mais alto em um período de 12 meses desde 1975.

Destes, 184 mil vieram da UE, onde existe liberdade de movimento entre fronteiras internas.

O escritório disse que a maior parte do aumento líquido (20 mil) foi devido a menos pessoas deixando o país.

Os números foram ressaltados por membros da campanha pela saída britânica da UE. Eles argumentam que o país seria mais capaz de controlar o fluxo de migração de fora do bloco.

Aqueles em campanha pela permanência na UE responderam dizendo que as questões da imigração não seriam resolvidas com a saída do bloco.

Imigração e economia são as duas questões mais importantes relacionadas ao referendo, mas o ministro da Imigração James Brokenshire disse a saída do país da UE não seria uma solução.

(Por Costas Pitas)