BC chinês critica reportagens de mídia internacional sobre iuan

sexta-feira, 27 de maio de 2016 11:14 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - O banco central da China criticou nesta sexta-feira duas reportagens publicadas nesta semana por veículos da mídia estrangeira sobre reformas cambiais e política monetária no país.

O Banco do Povo da China disse em comunicado em sua conta oficial que as reportagens "fabricaram fatos, enganaram os leitores, enganaram os mercados", e que se reserva o direito de tomar medidas legais.

O comunicado mencionou os títulos de dois artigos publicados nesta semana, mas não explicitou os veículos. Os artigos mencionados foram publicados nesta semana pelo Wall Street Journal e pela Bloomberg.

O artigo do Wall Street Journal "Rara Visão de Dentro do Banco Central da China Mostra Menor Disposição de Reformar Iuan", foi publicado na segunda-feira.

E o artigo da Bloomberg, "China Estaria Planejando Perguntar aos EUA sobre Momento de Alta dos Juros do Fed", foi publicado na quarta-feira.

Um porta-voz em Hong Kong da Dow Jones, editora do Wall Street Journal, disse à Reuters em resposta via email: "Apoiamos nossa apuração justa e precisa desta história". Já a Bloomberg recusou-se a comentar o tema quando contatada pela Reuters.

(Por Sue-Lin Wong)