Petroleira chinesa CNPC diz que pode elevar participação na russa Rosneft

segunda-feira, 30 de maio de 2016 12:29 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - A petroleira chinesa CNPC pode considerar uma elevação em sua fatia na estatal russa Rosneft em um planejado programa de privatização da empresa, disse o presidente do Conselho da companhia nesta segunda-feira.

O governo russo incluiu em um plano de privatizações para 2016 uma redução de sua participação na Rosneft, maior petroleira listada do mundo em produção, para 50 por cento, ante 69,5 por cento atualmente.

A CNPC já possui uma pequena fatia na Rosneft.

"Quando a oferta da Rosneft for ser feita nós iremos avaliá-la em detalhes... há um interesse de nosso lado e nós vamos estudar a possibilidade de ampliar nossa participação acionária na Rosneft", disse Wang Wilin, em entrevista à televisão russa Rossiya-24.

A venda de parte da Rosneft poderia gerar cerca de 10 bilhões de dólares para o orçamento russo, que tem enfrentado déficit devido à queda da economia em meio aos baixos preços do petróleo.

Um assessor do Kremlin, Andrei Belousov, disse na semana passada que a Rússia não deve vender a fatia da Rosneft no mercado, mas buscar investidores estratégicos.

A petroleira britânica BP tem 19,75 por cento na Rosneft.

(Por Katya Golubkova)