Família Peugeot discutirá com governo francês sobre fatia na montadora, diz fonte

segunda-feira, 30 de maio de 2016 16:20 BRT
 

PARIS (Reuters) - A família Peugeot planeja manter negociações informais com o governo na terça-feira, para discutir o futuro de sua parcela na montadora Peugeot PSA Citroen, disse uma fonte nesta segunda-feira.

O ministro da Economia, Emmanuel Macron, disse na semana passada ao jornal Les Echos que o governo, que detém uma parcela de 14 por cento na PSA, estava avaliando uma possível venda de parte ou todas as ações que possui.

Isto ocorre no momento que a agência do governo Francês que detém ações conduz uma revisão de seu portfólio, conforme busca capital para financiar o grupo nuclear Areva, que passa por dificuldades.

A fonte, que falou em condição de anonimato, disse à Reuters que os acionistas queriam saber mais.

"Haverá uma conversa informal na terça-feira, mas isto não significa que as decisões são iminentes", acrescentou a fonte.

A PSA, fabricante dos carros da Peugeot, Citroen e DS, não quis comentar o assunto. A agência dona das ações do governo Francês não estava imediatamente disponível para comentários.

(Por Gilles Guillaume)

 
Logo da montadora Peugeot é visto em carro na fábrica da companhia em Hordain, França
30/03/2016 REUTERS/Pascal Rossignol