Plano de cisão da Alcoa acende disputa com parceira australiana Alumina

segunda-feira, 30 de maio de 2016 19:13 BRT
 

MELBOURNE, Austrália, (Reuters) - A Australiana Alumina disse nesta segunda-feira que tem "preocupações sérias" sobre o impacto de um plano de cisão da parceira norte-americana Alcoa na joint venture de produção de bauxita e alumina das duas, a Alcoa Worldwide Alumina and Chemicals (AWAC).

A Alumina disse em comunicado que estava preocupada de que o plano "resultaria em uma mudança material adversa na natureza, tamanho, escopo, e meios financeiros da parceira da Alumina na AWAC".

O plano da Alcoa, revelado em setembro, faria a separação de sua unidade de peças de aviões e carros, sob o nome de Arconic, enquanto suas tradicionais operações de fundição de alumínio, incluindo sua parcela de 60 por cento da AWAC, manteriam o nome Alcoa.

Na sexta-feira, a Alcoa apresentou um processo no Tribunal de Chancelaria do Estado de Delaware, visando uma declaração de que a Alumina não tem direito de bloquear o plano e não tem direitos de consentimento ou direitos de preferência em relação ao plano.

A Alcoa também solicitou que o tribunal declare que o plano não autoriza a Alumina assumir os direitos de mercados da AWAC.

"A Alumina considera que a proposta de cisão da Alcoa disparada direitos de consentimento e preferência da Alcoa, em favor da Alumina sob os arranjos da AWAC. A Alumina defenderá vigorosamente os procedimentos interpostos pela Alcoa", disse a Alumina em sua declaração apresentada no órgão de regulamentação de valores mobiliários da Austrália.

(Por Sonali Paul)